Nos anos 60 começou aqui no Brasil um estilo muito peculiar. A Bossa Nova e suas batidas de violão deram origem a músicas como Chega de saudade, Canção do Amor Demais, eternizadas pelas rádios. Em 1962 o Brasil enfrentava grandes problemas sociais com greves, agitação cultural e uma circulação e produção de uma cultura nacionalista e de esquerda. O Golpe Militar de 1964 fez da música um protestante legítimo. Ritmos, instrumentos e grandes composições fazem aflorar dois importantes movimentos: O Tropicalismo de Caetano, Gil e Tom Zé e a Jovem Guarda de Roberto e Erasmo.